pagar contas

Pagar as contas do lar ou as dívidas? Veja como se organizar!

O planejamento e a organização com o dinheiro deve ser prioridade na sua rotina para que consiga pagar as contas e ainda possa proporcionar uma boa vida aos filhos. Se você está nesse balanço entre pagar dívidas ou as contas de casa, saiba que há solução para as duas questões.

Geralmente, trabalhamos para pagar as contas e vivemos com o que sobra. Mas sabia que essa não é a forma correta de se organizar? Pelo contrário. Com o objetivo de manter a rotina sem preocupações em relação ao dinheiro, é preciso planejar antes mesmo de gastar e não ao contrário.

Vamos ajudar com isso. Continue a leitura e saiba como ser mais organizado financeiramente e pagar as contas em dia. Confira!

Qual a importância do planejamento e da organização financeira?

Você acredita que deve trabalhar cada vez mais para conseguir manter a ordem financeira no seu lar? Saiba que é possível exercer sua profissão atual na mesma intensidade, sem precisar comprometer tempo com a família fazendo hora-extra, por exemplo. Desde que haja planejamento financeiro!

O planejamento tem como objetivo organizar os seus gastos para que analise todos antes e trabalhe no mês dentro daquilo que estava determinado previamente. Ou seja, com a programação, é possível ter uma visão macro das suas finanças e se organizar dentro dessa realidade.

Listar todos os gastos, dívidas, contas do mês e pagamentos extras vai ajudar a enxergar melhor onde está indo o seu dinheiro e, assim, reorganizar o destino dele. Saiba como fazer isso, a seguir.

Como fazer uma boa organização financeira?

Já demos uma dica sobre enumerar todos os gastos que você e a sua família têm no mês. Mas para ficar mais claro e ajudar a pagar as contas e colocar as dívidas em ordem, vamos falar separadamente sobre cada item importante dessa organização financeira.

Papel e caneta na mão (ou planilha do excel aberta), vamos começar juntos o planejamento financeiro.

Separe gastos fixos e variáveis

O primeiro item da lista é olhar de perto todos os gastos, fixos ou variáveis. Algumas contas já fazem parte da nossa rotina, mas você costuma olhar aqueles que surgem de última hora ou que nem sempre precisam estar no planejamento? Saiba que eles também são importantes.

Coloque em uma grande relação todos eles. Comece com os fixos e inclua os variáveis logo abaixo. Para ajudar, pense em passeios, médicos, veterinário, vacinas das crianças, mecânico, gasolina e demais itens que fazem parte da sua rotina familiar. Pronto? Vamos ao próximo tópico.

Analise o montante de dívidas

Ao olhar detalhadamente todos os itens, começamos a refletir como fazer para pagar as contas, não é mesmo? Veja a diferença entre analisar antes do final do mês, em vez de encarar quando os boletos estão atrasados.

Agora, inicie o planejamento do seu salário de outra forma, colocando-o em ordem de prioridade e urgência, de maneira diferente de quando estava apenas apagando incêndios mês a mês. Além disso, não se esqueça de colocar na listagem as dívidas em atraso, para que nos próximos meses consiga equilibrar isso.

Você pode começar a solicitar os valores totais e formas de parcelamento, de modo a saber como encaixar esses investimentos no seu orçamento. Se agora, ao visualizar todas as contas, notou que ainda assim fica apertado o orçamento, considere fazer uma renda extra até conseguir equilibrar tudo.

Mas saiba que isso deve ser considerado com o objetivo de equilibrar e não estancar furos dos gastos desnecessários que a família vem tendo. O próximo passo vai ajudar você a refletir sobre esses gastos.

Verifique os gastos desnecessários

Sempre há o que cortar da imensa lista de gastos mensais e vamos passar alguns dos possíveis itens para refrescar sua memória, como:

  • anuidade do cartão de crédito;
  • mensalidade da academia que você frequentou por uma semana e não foi mais;
  • associação de algum clube que não visita há meses, entre outros.

Isso parece familiar? Saiba analisar o que realmente é necessário e prioritário do que é cômodo e equilibre os gastos. Some o quanto gasta anualmente com essas assinaturas e reflita se esse valor não poderia ser investido em algo maior, para que ao final do ano vocês possam fazer uma grande viagem ou abrir a empresa que tanto sonham, por exemplo.

Além disso, pare de gastar mais do que ganha. Só assim vai conseguir colocar em ordem suas contas e dívidas em atraso, de modo a aplicar em algo que traga retorno e segurança em longo prazo.

Faça um investimento pensando em emergências

Também como parte da organização das suas finanças, coloque como prioridade um valor de emergências. Dessa forma, você não compromete o limite do cartão de crédito ou cheque-especial, que cobra juros maiores do que poderia pagar.

Com o objetivo de ter sucesso com isso, pode tentar substituir um gasto desnecessário pelo mesmo valor de investimento aos casos de emergência. Além disso, pensando em rendimentos maiores, aplique onde renda bons lucros e que poderá sacar, caso necessário.

Nem sempre é possível fazer isso com antecedência. Então, para quando não puder, considere fazer um crédito pessoal com financeiras especializadas antes de acionar o banco, por exemplo, já que a burocracia é menor e as facilidades são excelentes aos trabalhadores.

Estabeleça metas antes de comprometer seu salário

A vida não precisa ser apenas trabalhar e pagar as contas, é preciso se planejar e usar esse dinheiro com consciência. Assim, podem ter tantos prazeres familiares sempre que desejarem e, para isso, é necessário estabelecer metas e objetivos.

Agora que você já sabe se organizar financeiramente e de forma responsável, coloque em seu planejamento aquela viagem que há tanto tempo quer fazer com seus filhos. Tenha como meta separar um valor a cada mês e invista nisso sem comprometer o seu orçamento anual.

Não é tão difícil quanto parece: basta um pequeno momento dedicado à organização e, ao final do mês, pagar as contas se torna mais fácil. Coloque em prática hoje mesmo e tenha orçamento disponível para aquela reforma de maneira ágil e ordenada. Pense nisso!

Essas dicas ajudaram? Compartilhe nas redes sociais e colabore com o planejamento financeiro de sucesso dos seus amigos também. 

Não perca nenhum post!
Assine nosso blog e receba conteúdos gratuitos diretamente em seu email.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.