orçamento familiar

Orçamento familiar: aprenda a fazer em 3 passos

Se você quer viver com tranquilidade, as finanças sempre exigirão uma atenção especial. Além disso, à medida que os membros da família aumentam, é natural que a sua atenção redobre e que você procure ter um orçamento familiar equilibrado.

Infelizmente, para alguns, o fato de ter que dividir as finanças com mais pessoas traz ainda mais dificuldades na hora de manter tudo em dia. Segundo dados da CNC (Confederação Nacional do Comércio), 56,6% das famílias brasileiras estão com algum tipo de dívida.

Esse dado traduz bem a dificuldade que é manter o controle sobre as receitas e as despesas. Por isso, neste texto, vamos dar algumas dicas importantes sobre o orçamento familiar. Confira!

A importância do orçamento familiar

De fato, é um grande passo pensar com antecedência nos valores de seus rendimentos e nas despesas, para não ter problemas financeiros. No entanto, quando se tem uma família, os gastos não se limitam a apenas uma pessoa. 

Logo, custos com saúde, educação e alimentação devem ser calculados levando em conta todos os familiares que moram em uma casa, principalmente os filhos, que são mais dependentes. O orçamento familiar será a melhor maneira de limitar esses gastos. Assim, a renda total atenderá todas as necessidades principais da família, inclusive, os momentos de lazer.

Porém, antes de começar a determiná-lo, é muito importante entender qual é a diferença entre montar um orçamento e fazer um controle financeiro. O primeiro consiste em fazer estimativas de acordo com os valores que entram e saem. O segundo trata-se de entender quanto a família consome, com o intuito de monitorar as despesas para ter uma certa segurança financeira.

Os 3 passos para fazer seu orçamento familiar

Agora, vamos conhecer alguns passos que devem ser seguidos para fazer o orçamento da sua família. Acompanhe.

1. Defina as receitas e as despesas

Agora é o momento de olhar seu extrato e suas contas, assim, anote tudo aquilo que você recebe e o que gasta. Esse será o primeiro passo para definir um orçamento. O ideal é começar separando os rendimentos fixos (salário, pensões etc.) dos variáveis (ganhos extras, investimentos, entre outros).

2. Diferencie suas despesas

Assim como você fez com as receitas, as despesas também devem ser separadas de acordo com a sua periodicidade. Aqui, os gastos considerados fixos são aqueles que estão ligados a questões do dia a dia, como aluguel, internet, água, escola, alimentação etc.

Por outro lado, as despesas acessórias são aquelas que não aparecem sempre, mas que podem desequilibrar o orçamento. Por exemplo, uma reforma, a compra de eletrodomésticos, uma festa ou um pedido de crédito pessoal.

3. Tenha metas de curto, médio e longo prazos

Essa é uma das principais dicas, afinal, como explicamos no início do texto, fazer um orçamento significa trabalhar com estimativas. Assim, nada melhor do que ter metas definidas que possam guiá-lo durante esse processo.

É interessante determinar seus objetivos, inclusive no que se refere aos seus investimentos, ou seja, ao aumento de patrimônio. Procure definir uma porcentagem da renda familiar para isso, separando pelo menos 10% dos seus ganhos. Também não se esqueça de estabelecer uma redução das despesas, visando o equilíbrio das finanças da família.

A importância de revisar o orçamento familiar com todos

A verdade é que as dicas deste texto não adiantam nada se não houver um esforço de todos os membros da família. Será preciso cooperação e boa vontade para não só cumprir o que foi estipulado no orçamento, mas também para controlar os gastos a fim de não prejudicar as metas de médio e longo prazos.

O ideal é fazer uma reunião com todos, inclusive com os filhos, e definir os objetivos mensais e anuais da família. Se há uma tendência de comportamentos complicados, o melhor é não apontar culpados, mas sim procurar uma solução em conjunto.

Esperamos que este texto sobre orçamento familiar tenha esclarecido os principais pilares para construir uma vida financeira de sucesso. Não se esqueça de que é importante se manter disciplinado para cumprir os objetivos até o fim.

Agora, caso você esteja precisando arrumar formas de aumentar os seus ganhos financeiros, dê uma olhada em nosso texto sobre dinheiro extra!

Não perca nenhum post!
Assine nosso blog e receba conteúdos gratuitos diretamente em seu email.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.