erros financeiros

Nome sujo: entenda como isso interfere na sua vida

Os últimos meses não têm sido fáceis para o brasileiro. A crise na economia provocada pelo avanço da pandemia deixou milhares de desempregados em todo o país. A situação é delicada e requer muito planejamento.

Aluguel, água, luz, cartão de crédito e crediários. Os dias passam e os boletos não param de vencer. As contas são tantas que, muitas vezes, é preciso escolher quais serão quitadas e deixar algumas para depois, não é?

Mas saiba que você não está sozinho nessa. De acordo com a Serasa, atualmente mais de 60 milhões de brasileiros possuem alguma dívida. E essa inadimplência é reflexo dos dias difíceis que vivemos. A pandemia somada à crise econômica traz como resultado este número recorde de devedores no país.

Como seu nome fica negativado?

Ao ficar devendo para alguma empresa ou banco, o consumidor corre o risco de ficar com o nome sujo. Quando a empresa cobradora não recebe o pagamento da conta, ela pode tomar a iniciativa de incluir o nome do devedor na temida lista do SPC ou Serasa, por exemplo. E o nome fica negativado até que o indivíduo acerte a sua dívida e a organização solicite, em até cinco dias úteis, a retirada para a instituição de proteção ao crédito.  

É importante lembrar que antes da negativação do nome e CPF de um indivíduo, a empresa ou banco devem enviar um comunicado informando sobre a situação. Com isso, é estipulado um prazo para que o acerto seja realizado e somente após o vencimento desta data é que as informações do inadimplente são enviadas para o cadastro de devedores.

Leia também: Orçamento apertado: 10 dicas para organizar a sua vida financeira!

Quais as consequências de ter o nome sujo?

Uma coisa é certa, ninguém quer ter seu nome sujo. Essa situação é bastante desagradável e impacta em diferentes aspectos da vida do consumidor. Por isso, o ideal é tentar quitar a dívida e evitar todos os incômodos que podem surgir.

Com o nome negativado, o consumidor vai encontrar dificuldades em conseguir crédito no mercado. As instituições financeiras, como os bancos, podem suspender benefícios como o uso de talão de cheques e até mesmo o cheque especial.

Além disso, mesmo após quitar a dívida e retirar o nome da lista de devedores, é importante saber que as solicitações futuras de crédito também podem ser negadas. Ou seja, o nome sujo deixa marcas na vida financeira do consumidor.

Dificuldade em conseguir crediário e cartão de crédito

Outra dificuldade está nos crediários realizados em lojas para a aquisição de produtos a prazo. Para aprovar o crédito, a loja precisa consultar o CPF do consumidor e, ao verificar que o mesmo se encontra negativado, provavelmente irá negar a aprovação do crediário. O mesmo vale para a solicitação de novos cartões de crédito ou mesmo para a aprovação de empréstimos e financiamentos.

Bloqueio de bens

Dependendo da dívida e do tempo em que ela se encontra em aberto, é possível que a Justiça bloqueie os bens do devedor, entre eles os veículos ou imóveis (desde que não seja o único imóvel da família). Além disso, caso o consumidor tenha dinheiro guardado no banco, é muito possível que a Justiça determine que essa quantia seja utilizada para o pagamento das dívidas em atraso. Mas fique sabendo que o dinheiro referente a salário ou poupança não podem ser penhorados judicialmente.

Como saber se o seu nome está sujo?

Como falamos anteriormente, a empresa deve enviar uma carta informando sobre a dívida em aberto e estipulando um prazo para que ela seja quitada. Caso o consumidor não arque com o pagamento dentro do período negociado, é provável que a loja ou o banco comuniquem a instituição de proteção ao crédito.

Por sua vez, essa entidade, como o SPC ou Serasa, enviam uma carta ao consumidor, reiterando que seu nome será incluído na lista de devedores caso ele não realize o pagamento dentro de 10 dias úteis. Após esse período, o consumidor terá, de fato, o seu nome e CPF sujos no mercado.

Para consultar a sua situação financeira, basta acessar o site das entidades de proteção ao crédito – SPC ou Serasa – e verificar gratuitamente através do número do CPF.

Se você está precisando organizar a sua vida financeira, conte com a Via Certa. Fale agora mesmo com um de nossos especialistas e confira as opções de crédito disponíveis para você.

Não perca nenhum post!
Assine nosso blog e receba conteúdos gratuitos diretamente em seu email.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.