comprar por impulso

Comprar por impulso: saiba os perigos e descubra como evitar

Não dá para negar que adquirir uma coisa que queremos muito é uma das melhores sensações, não é mesmo? Seria tudo perfeito se isso fosse devidamente controlado, porém, não é o que muitas vezes acontece. Quando começamos a comprar por impulso, ainda mais para lidar com certos momentos de nossa vida, isso pode nos levar a ter sérios prejuízos.

Poucos têm noção de quão nocivo é esse comportamento. Afinal, adquirir coisas apenas por desejo é um dos grandes vilões do orçamento, prejudicando a nossa capacidade de atingir as nossas metas, ter uma reserva e conquistar uma vida financeira mais saudável.

Pensando nisso, neste texto, vamos apresentar as principais dicas de como evitar fazer compras por impulso. Continue!

O que acontece conosco quando compramos alguma coisa?

O nosso cérebro é realmente um órgão magnífico, cheio de capacidades e possibilidades, seja para aprender, para decodificar sistemas complexos ou para criar algo. Porém, ele não é um sistema perfeito, pois tem uma tendência a vícios se não for bem disciplinado. Assim, podemos colocar a compra desenfreada nessa condição.

O que acontece é que temos um sistema de recompensas em que, assim que cumprimos uma vontade, ele provoca uma sensação boa. Ele libera o neurotransmissor do prazer, a dopamina, além da serotonina. Basicamente, quando você compra algo que quer, seja por impulso ou não, sente uma felicidade temporária.

Você deve estar pensando: se essa é uma sensação natural, então, deve ser impossível evitá-la. Na verdade, apesar de ser necessário um esforço, é possível fazer algumas coisas para impedir esse impulso. É o que vamos falar no próximo tópico.

Como evitar comprar por impulso?

Separamos algumas dicas para que você possa se controlar para não fazer compras por impulso e evitar maiores prejuízos para o seu bolso. Confira!

Identifique situações

Um dos principais conselhos que podemos oferecer é para observar e analisar como é o seu comportamento em relação às compras. Há pessoas que se controlam bem em shoppings centers, mas quando estão em uma loja on-line, não conseguem se segurar. Outras têm problemas com supermercados e até usam a desculpa que uma besteirinha de vez em quando não é nada.

Seja como for, é importante que você conheça bem o seu comportamento. Principalmente, quais lugares frequenta que são impossíveis de se segurar. Se for muito difícil, você pode separar um dinheiro específico para gastar.

Estipule um orçamento

Uma ação importante para controlar os gastos desnecessários, além de conhecer todos os seus custos, é separar um orçamento. Essa é uma estratégia que te obrigará a ser mais controlado e economizar nas contas de casa, principalmente, porque não terá disponível todo o seu salário.

Por isso, o ideal é destinar uma parcela do seu rendimento para gastar com coisas pessoais, seja comprar uma roupa, ir ao cinema etc. Uma boa dica é utilizar a técnica 50 – 30 – 20, em que 50% do seu rendimento vai para os gastos essenciais, 30% para o lazer e 20% para os investimentos.

Não caia nos gatilhos

Para fazer você se atrair por um produto ou serviço, são utilizadas diversas técnicas de persuasão. Algumas focam bastante na sua dor, ou seja, naquilo que você precisa, ou, pelo menos, acha que precisa. Chamamos isso no marketing, principalmente no digital, de gatilho.

Essa estratégia está em todo canto: textos, propagandas, imagens de produto etc. Tudo para chamar a sua atenção e despertar o seu desejo. O que fazer? Conhecer quais são essas técnicas é um bom começo para não cair tão fácil na tentação de comprar por impulso.

Faça uma lista

Uma maneira de evitar comprar mais do que deve, principalmente, ao ir em supermercados ou shoppings, é fazer uma lista. Você pode, inclusive, fazer uma para as coisas que quer ter, mas ainda não tem dinheiro. Essa é uma forma de se manter focado e evitar que você faça compras desnecessárias quando precisar ir em alguns desses centros comerciais.

Não use o cartão de crédito

Sabemos que o crédito disponibilizado no cartão pode ser tentador. Todo aquele dinheiro ali para comprar o que você quiser. Acontece que ele não é seu, é do banco! Sendo assim, você terá que pagar em algum momento a instituição, talvez até com juros.

Para conseguir comprar, muitas vezes, parcelamos os itens, pensando que assim pagaremos menos. Isso poderá funcionar em curto prazo, mas conforme os meses passam, você verá que está preso a esse valor, devendo quitá-lo muitas vezes com taxas. Então, para evitar mais esse gasto, dê sempre preferência por fazer compras no débito.

Evite o efeito manada

Somos seres que usam os outros como referência para muitas coisas. Muitas vezes, para tomar uma decisão, perguntamos a um amigo ou a um parente. Isso também funciona em relação às compras, aliás, um dos grandes objetivos do marketing é fazer com que os consumidores sejam os divulgadores dos produtos e serviços.

Quando falamos do efeito manada, estamos nos referindo a situação de um grupo de pessoas influentes que está comprando algo, ou mesmo seus amigos e parentes, e você se sente na obrigação de obter aquilo. Porém, além de ser um comportamento impulsivo, é também muito ruim para a sua vida financeira.

Se for muito difícil combater essa influência, você pode utilizar a regra de uma hora ou 30 dias. Quando algum amigo te impulsionar a querer adquirir o produto, espere esse tempo antes de efetivar a compra. Se ainda tiver vontade, então compre.

Falamos até agora sobre como é possível evitar comprar por impulso. Para muita gente, pode não ser um problema, mas só quando percebemos que isso traz como consequência um orçamento apertado é que nos preocupamos. Em casos mais graves, a pessoa pode até desenvolver transtornos cumulativos, além de ter sérios problemas com as suas finanças.

As dicas que separamos neste texto parecem simples, mas podem trazer bons resultados e ajudar você a se controlar e a atingir um melhor equilíbrio na sua vida financeira. Inclusive, se você está precisando organizar seus débitos, acesse agora o nosso texto e veja por que o rodízio de contas é prejudicial.

Não perca nenhum post!
Assine nosso blog e receba conteúdos gratuitos diretamente em seu email.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.