como equilibrar as contas

7 dicas de como equilibrar as contas definitivamente

Saber como equilibrar as contas, ou melhor, ter seus gastos pagos em dia, é o desejo de todo mundo. A verdade é que esse desequilíbrio é um dos únicos sinais de que sua vida financeira está errada. Aí, o que resta para quando tudo parece perdido é se desesperar, ou mesmo, continuar com comportamentos que reforçam esse problema.

Contudo, a boa notícia é que há formas de resolver suas contas e ter saúde financeira. Existem muitas sugestões do que fazer, e algumas podem funcionar quando não há muitas dívidas. Outras, são melhores para quando você já está em uma situação crítica.

Neste texto, juntamos algumas dicas do que você pode fazer para equilibrar as suas contas definitivamente. Confira!

1. Liste todos os seus gastos

O primeiro passo para que você possa entender como está a sua situação, de uma maneira geral, é anotar todos os seus gastos. Esse tipo de tarefa dará a você uma percepção maior sobre como usa o seu dinheiro, no que está gastando mais, quais são os tipos de despesas etc.

Não se esqueça de aproveitar e também listar todas as suas dívidas, quais são os seus valores e a quem elas pertencem. Essa é uma informação crucial para que você possa realizar as outras dicas que mostraremos durante este texto.

2. Estabeleça prioridades

Quando você sabe o que já tem fica mais fácil descobrir para aonde ir. Isso é um conselho que serve para muitas coisas, principalmente, para as finanças. No caso das dívidas, dependendo da quantidade, é claro que não terá condições de lidar com todos os seus débitos. Alguns podem ser tão altos que você terá que negociar e dividir em parcelas.

Então, é preciso que defina prioridades e que, analisando a sua situação e a urgência de cada dívida, tenha um olhar mais clínico para determinar quais serão as primeiras a serem quitadas. Para ajudar, defina características que ajudem você a escolher, como valor, tempo da dívida, possibilidades de negociação, entre outras.

3. Corte gastos supérfluos

No processo de ter renda para quitar suas dívidas, você terá que fazer um reajuste do seu estilo de vida. Agora que já sabe para onde o seu dinheiro está indo, isso será mais fácil. Aqui, procure olhar para as despesas que não são fixas, isto é, fundamentais para que possa viver, como água, luz, comida, telefone, internet etc.

Elas representam os outros gastos, muitas vezes, relacionados ao lazer, que podem ser gerenciados a fim de economizar a sua renda. Veja bem, não é para cortar tudo, afinal, entretenimento é uma questão de bem-estar, mas saiba administrar esses gastos, veja o que está demais ou o que não é utilizado.

4. Crie um teto de gastos para cada área da vida

Essa é uma dica para a sua organização financeira que não funcionará somente para esse momento da sua vida. É um hábito que deve cultivar, mesmo quando tudo estiver equilibrado. Definir um limite para gastar o seu dinheiro ajudará você a ser mais controlado, além de ser uma forma de distribuir seus recursos de maneira justa.

Se você nunca fez isso, recomendamos o método 50 – 30 – 20. Ele consiste, basicamente, em dividir tudo o que você ganha para cada tipo de gasto. Dessa forma, 50% devem ir para o que é essencial (comida, contas etc.), 30% para seu estilo de vida (lazer e superficialidades) e 20% para investimentos.

5. Faça um balanço das suas dívidas

Vamos reforçar a importância de conhecer todas as suas dívidas, juntá-las e registrar os seus valores. Isso é uma boa oportunidade para que você entenda o quanto precisará desembolsar.

Além disso, aproveite para categorizar as suas dívidas em relação aos valores, separe as com menos custos das mais caras. Dessa forma, será mais fácil para você saber o que deve priorizar.

6. Elimine primeiro as dívidas mais caras

Esse tópico tem relação direta com o anterior: assim que você fizer o balanço de suas dívidas, poderá saber com precisão os valores e quais são as mais caras. O conselho é priorizar, justamente, as que custam mais, porque essas serão as que levarão mais tempo para ser quitadas, e quanto mais cedo começar, melhor.

Não se esqueça de utilizar todos os recursos a seu favor, procure conversar com a empresa que vai receber. Esse é o momento de procurar formas de negociar melhores condições. Lembre-se de que ambos querem que esse débito seja resolvido.

7. Faça uma reserva financeira

Nossa última dica é para que você comece a desenvolver o hábito de ter uma reserva financeira. Essa é uma iniciativa para a qual não há necessidade de que você esteja com as dívidas todas quitadas para começar. Quanto mais cedo, mais juntará no longo prazo.

Existem muitas possibilidades: você pode colocar tudo na poupança ou deixar em um investimento de renda fixa, como o Tesouro Direto. Nesse caso, saiba que o seu dinheiro renderá mais do que a poupança e de acordo com a Taxa Selic.

Conseguir cuidar da sua vida financeira de forma que possa saber como equilibrar as suas dívidas não é uma tarefa simples. Sabemos que há muitos passos para conseguir chegar ao ponto de não ter débitos e ter mais segurança para usar o seu dinheiro. Como você pôde perceber ao longo deste texto, existem muitas formas de começar, principalmente, de cuidar das suas dívidas.

Cada passo que mostramos são fundamentais para que você caminhe para não ter mais débitos. Em especial, listar seus gastos, fazer um teto de custos e uma reserva financeira são estratégias que funcionam não só nessas situações, mas também, para quando sua vida financeira estiver mais equilibrada. Elas são maneiras de manter uma gerência e evitar entrar em dívidas de novo.

Além disso, contar com uma empresa que ofereça soluções e serviços voltados para o crédito, como é o caso da VIACERTA Financiadora, pode auxiliar muito a conquistar melhores chances para equilibrar suas contas. Oferecemos diversas oportunidades de crédito pessoal, para aposentados, com garantia, entre outros. 

Este texto foi útil para você? Então, não se esqueça de deixar um comentário. Queremos saber a sua opinião!

Não perca nenhum post!
Assine nosso blog e receba conteúdos gratuitos diretamente em seu email.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.