calendário agrícola

Calendário agrícola: acompanhe as melhores épocas para plantio e colheita

Para que uma plantação dê certo, o processo vai muito além de encontrar as sementes corretas. Fazer o monitoramento do solo e cuidar para que as pragas não atrapalhem os resultados são atitudes fundamentais.

Muitas vezes, o fazendeiro ainda precisa estar atento para saber se está no período certo para plantar determinado produto. Uma das maneiras mais eficazes de fazer isso é ter um calendário agrícola. Essa ferramenta é essencial para essa tarefa, ajudando-o a ter sucesso com sua produção.

Isso é ainda mais importante no Brasil, que é um país com diferentes solos e climas. Dependendo da região, ela pode não estar apta para um tipo de colheita, e é preciso se antecipar. Sabendo da importância desse recurso, vamos apresentar o que você deve compreender. Continue!

Como funciona o calendário agrícola?

Essa é uma ferramenta que tem duas informações cruciais sobre o plantio. Primeiro, o tipo de produto, segundo, o mês ideal da plantação. Em alguns casos, costuma também ter o período da colheita.

Assim, percebe-se que é um auxílio indispensável para que o agricultor possa acompanhar sua plantação e saiba qual é o momento certo para cultivar determinados frutos de acordo com a região em que mora.

Quais fatores devem ser considerados antes de plantar?

Mais do que saber quais são as melhores datas para plantar determinada safra, o agricultor precisa estar atento a alguns detalhes em relação a essa tarefa. O clima, claro, é um fator muito importante, mas somente ele não garante que todo o processo seja bem-sucedido. Pensando nisso, vamos ver a seguir outros elementos que devem ser considerados.

Metro quadrado

Aqui, o principal ponto é conhecer bem o que a sua propriedade produz e o quanto ela é lucrativa. Para isso, será necessário estar atento aos números mensais que a sua produção traz para você. Fazer um cálculo periódico de lucratividade é uma ótima ideia. O objetivo é comparar diferentes períodos para entender o seu desempenho.

Além disso, aproveite para conversar com outros proprietários. Procurar locais como as cooperativas rurais, que costumam realizar cursos e outras atividades para auxiliar os agricultores, é uma boa alternativa.

Condições de armazenamento

Além da preocupação com o melhor momento de plantio, o agricultor precisa observar as condições de armazenamento. É fundamental conhecer bem o pós-plantio, pois qualquer problema nesse momento pode levar a perder uma safra inteira, além do investimento.

Portanto, ele não deve apenas estar atento às condições de limpeza e de segurança contra pragas e insetos, também precisa saber se há espaço suficiente para manter a sua produção por muito tempo.

Rotatividade

A monocultura pode ter sido uma alternativa para muitos agricultores que não tinham espaço suficiente em sua propriedade, mas é uma técnica que acaba limitando o produtor rural às condições de sua região.

Logo, entender as técnicas que o ajudam a ter uma rotatividade no cultivo pode fazer uma grande diferença. Afinal, entre as vantagens desse tipo de estratégia estão o não esgotamento do solo e as melhores possibilidades de lucro.

Quais as melhores épocas para plantar e colher em cada região do Brasil?

Para que você possa fazer o seu próprio calendário agrícola, vamos apresentar as datas ideais para o plantio e a colheita de determinados produtos, a partir de uma divisão por região. Acompanhe!

Norte

Milho

Plantio: agosto.

Colheita: data indeterminada, visto que depende de outros fatores.

Mandioca

Plantio: março e setembro .

Colheita: julho.

Coco

Plantio: início da chuva.

Colheita: um semestre depois.

Maracujá

Plantio: durante o ano todo.

Colheita: após 12 meses.

Arroz

Plantio: outubro.

Colheita: data indeterminada, visto que depende de outros fatores.

Sul

Milho

Plantio: agosto.

Colheita: dezembro e junho.

Trigo

Plantio: maio.

Colheita: setembro e dezembro.

Arroz

Plantio: setembro.

Colheita: novembro e abril.

Feijão

Plantio: agosto.

Colheita: outubro e março.

Soja

Plantio: setembro.

Colheita: janeiro e maio.

Aveia

Plantio: abril.

Colheita: outubro e dezembro.

Erva Mate

Plantio: abril.

Colheita: março e agosto.

Fumo

Plantio: agosto.

Colheita: dezembro e fevereiro.

Café

Plantio: setembro.

Colheita: maio e novembro.

 Tomate

Plantio: agosto.

Colheita: data indeterminada, visto que depende de outros fatores.

Ameixa

Plantio: julho.

Colheita: setembro e outubro.

Amendoim

Plantio: setembro.

Colheita: janeiro e abril.

Cítricos

Plantio: outubro.

Colheita: dezembro e março.

Maçã

Plantio: dezembro.

Colheita: janeiro e abril.

Uva

Plantio: julho.

Colheita: outubro e dezembro.

Centro-Oeste

Soja

Plantio: outubro e janeiro.

Colheita: maio.

Arroz

Plantio: setembro e janeiro.

Colheita: abril.

Mandioca

Plantio: setembro e março.

Colheita: agosto.

 Algodão

Plantio: novembro e abril.

Colheita: junho.

Cana-de-açúcar

Plantio: outubro e abril.

Colheita: dezembro.

Tomate

Plantio: fevereiro e abril.

Colheita: outubro.

Amendoim

Plantio: novembro.

Colheita: março a abril.

 Milho

Plantio: outubro e fevereiro.

Colheita: junho.

Sudeste

Tomate

Plantio: agosto.

Colheita: data indeterminada, visto que depende de outros fatores.

 Milho

Plantio: outubro.

Colheita: janeiro e junho.

Batata

Plantio: abril.

Colheita: após 3 a 4 meses.

 Mandioca

Plantio: setembro.

Colheita: março e julho.

Alho

Plantio: março.

Colheita: 3 a 4 meses depois.

Feijão

Plantio: outubro.

Colheita: janeiro e abril.

Cebola

Plantio: fevereiro.

Colheita: após 4 a 6 meses.

Cana-de-açúcar

Plantio: outubro.

Colheita: abril e setembro.

Algodão

Plantio: outubro.

Colheita: março e julho.

Café

Plantio: outubro.

Colheita: abril e setembro.

Ameixa

Plantio: julho.

Colheita: data indeterminada, visto que depende de outros fatores.

Banana

Plantio: o ano inteiro.

Colheita: após um ano.

Pêssego

Plantio: julho.

Colheita: data indeterminada, visto que depende de outros fatores.

 Uva

Plantio: julho.

Colheita: outubro e dezembro.

Cítricos

Plantio: outubro.

Colheita: durante os 12 meses do ano.

Amendoim

Plantio: setembro.

Colheita: dezembro e março.

Nordeste

Soja

Plantio: outubro e fevereiro.

Colheita: maio.

Mandioca

Plantio: março e junho.

Colheita: outubro.

Cacau

Plantio: Início da chuva.

Colheita: fevereiro e maio.

Algodão

Plantio: janeiro e junho.

Colheita: dezembro.

Arroz

Plantio: outubro e janeiro.

Colheita: abril.

 Feijão

Plantio: outubro e janeiro.

Colheita: abril.

 Milho

Plantio: outubro e fevereiro.

Colheita: junho.

Cana-de-açúcar

Plantio: setembro e novembro.

Colheita: abril.

 Amendoim

Plantio: março e maio.

Colheita: agosto.

Coco

Plantio: início da chuva.

Colheita: 6 meses depois.

Fumo

Plantio: agosto e dezembro.

Colheita: fevereiro.

Manga

Plantio: fevereiro e janeiro.

Colheita: dezembro.

Uva

Plantio: dezembro e março.

Colheita: junho e julho.

Com as informações fornecidas aqui, você tem o material certo para começar a montar o seu calendário agrícola. Lembrando que essa é uma ferramenta essencial para que você consiga realizar um plantio seguro e produtivo, contribuindo para uma melhor agricultura no futuro.

Este texto foi útil para você? Então, compartilhe o conteúdo com os seus amigos e ajude outras pessoas!

Não perca nenhum post!
Assine nosso blog e receba conteúdos gratuitos diretamente em seu email.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

2 Comentários

    Gostei, muito do site e das opiniões e sugestões de como progredir na agricultura.

      Olá Dorival!
      Muito bom saber que nosso conteúdo está lhe ajudando. Continue nos acompanhando, sempre temos dicas super legais.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.