aumentar a renda

5 dicas para aumentar a renda dos filhos

É inevitável que, com a crise econômica enfrentada pelo país, ainda tenhamos que esperar um tempo até as coisas normalizarem. Até lá, para aqueles que estão com dificuldades, é necessário encontrar formas de aumentar a renda. A atitude é válida principalmente para mães e pais que precisam arcar não só com as suas despesas, mas com os gastos da criação dos filhos.

Afinal, não importa se há uma ou cinco pessoas morando na casa, as despesas existirão e precisam ser custeadas. Dito isso, é fundamental encontrar formas de garantir que a renda familiar seja o suficiente para atender ao orçamento de todo o grupo.

No texto de hoje, vamos mostrar algumas dicas de como aumentar a renda para os seus filhos. Entenda!

O que é renda familiar?

Esse montante pode ser definido como a soma dos rendimentos brutos de cada pessoa que faz parte da família. Isto é: se, no grupo, tanto os pais quanto os filhos trabalham, é preciso somar os valores da receita de cada um. 

Agora, se são apenas os pais que geram, então, calculamos somente aquilo que eles faturam. É importante saber o que pode ser considerado renda, a exemplo de:

  • salários;
  • comissões;
  • renda autônoma;
  • pensões;
  • proventos.

Como aumentar a renda dos filhos?

Como falamos, a renda familiar também pode englobar aquilo que os filhos produzem. Entretanto, quando eles ainda não atingiram a maioridade, a dependência é total em relação aos pais. Logo, nesse período, é preciso tomar algumas medidas para aumentar os valores recebidos.

Em um primeiro momento, a dica é observar o que cada pessoa sabe fazer, além das profissões que chamam a atenção de ambas. Talentos admirados pelos outros, como cozinhar, podem trazer algum tipo de renda.

Dito isso, que tal ver algumas dicas de como aumentar a rendas dos filhos? Acompanhe!

1. Trabalhe com artesanato

Trabalhos manuais são sempre uma fonte interessante de renda, já que não necessitam de outras pessoas. Há uma infinidade de coisas que podem ser feitas manualmente e que trazem algum retorno, como bijuterias, lembrancinhas, bolsas, roupas etc.

Para aqueles que curtem marcenaria, existe a possibilidade de abrir uma pequena loja para fabricar ou consertar móveis. O melhor dessa oportunidade é que é possível cobrar um preço justo e atrair clientes por conta da exclusividade.

Muitas pessoas gostam de ter produtos específicos e as produções manuais conseguem oferecer esse tipo de resultado. Uma dica de onde vender é publicar em sites que funcionam como vitrines virtuais. O Elo7 é um bom exemplo porque permite mostrar produtos artesanais para outros usuários.

2. Aposte na revenda de produtos

Essa é uma possibilidade que atende bastante as mães que têm filhos pequenos e não podem se ausentar. A revenda de produtos, geralmente cosméticos, pode ser facilmente conciliada com outras tarefas, além de não privar os pais de acompanhar as crianças em suas atividades — como levá-las para a escola.

Em muitos casos, a rede de clientes é feita na própria vizinhança, durante visitas em que a revendedora mostra os produtos e efetiva as compras. Existem diversas formas de fazer esse tipo de venda e empresas como Avon, Natura e Jequiti são algumas que oferecem tal chance.

3. Cuide de animais de estimação

Com a internet, diversos serviços podem ser contratados com apenas um clique. É uma facilidade para quem precisa, mas também traz uma oportunidade de demanda para aqueles que podem oferecer serviços. Inclusive, é excelente para as pessoas que gostam de animais.

Hoje, existem sites que fazem a ponte entre quem não tem tempo para cuidar dos pets e quem tem disposição para levá-los passear, dar comida, entre outras coisas. Opções como Dog Hero e Pethub são exemplos de plataformas que conectam os prestadores de serviços a quem tem cachorros ou gatos.

4. Crie um produto digital

Sabemos que a internet é um local recheado de oportunidades para quem quer ganhar dinheiro sem sair de casa. Desenvolver produtos digitais pode parecer complicado, mas é uma boa maneira de conseguir uma renda. A ideia é desenvolver coisas nas quais você seja especialista, isto é, compartilhar o seu conhecimento. 

É possível criar videoaulas, e-books, cursos e outros materiais digitais para serem vendidos a uma grande quantidade de pessoas. Sites como Hotmart possibilitam ao vendedor divulgar os seus produtos, atuando como uma rede de sites para a divulgação.

5. Faça marmitas sustentáveis

A alimentação faz parte das necessidades humanas básicas, afinal, sempre que houver pessoas, haverá fome. Hoje, apesar de existirem diversos apps de entrega de comida, o preço desse tipo de serviço pode não compensar para muitas pessoas. 

Ter um local com um custo acessível, que faz e entrega comida, é uma mão na roda para quem não tem tempo de cozinhar. Se você tem talento para trabalhar na cozinha, produzir marmitas pode gerar uma boa renda para a sua família, sem a necessidade de sair de casa.

Qual a importância de aumentar a renda dos filhos?

A verdade é que todos querem encontrar formas de obter um dinheiro extra. Porém, quando se tem filhos ou netos a necessidade triplica, visto que eles são dependentes financeiramente — pelos menos até os 18 anos. Portanto, para garantir estabilidade tanto na vida deles quanto na nossa, é importante pensar em formas de aumentar a renda de todos.

É preciso garantir que as crianças cresçam em um ambiente que forneça segurança, um lugar em que elas terão conforto para se desenvolver e se tornar adultos saudáveis. Lembrando sempre que a busca para conseguir mais dinheiro não pode atrapalhar os cuidados com a criação dos filhos. 

Chegamos ao fim do nosso texto sobre como aumentar a renda familiar, deixando claro que existem diferentes formas de obter mais dinheiro sem precisar, em muitos casos, sair de casa. Seja confeccionando peças de artesanato ou criando produtos digitais, tenha em mente que, com a internet, é possível encontrar público para consumir tudo aquilo que você produz.

Gostou do nosso texto sobre como aumentar a renda de seus filhos? Então, que tal assinar a nossa newsletter e continuar recebendo conteúdos como este? Cadastre-se já!

Não perca nenhum post!
Assine nosso blog e receba conteúdos gratuitos diretamente em seu email.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.